Categories
BRASIL

INSS vai manter benefícios aos segurados por 12 meses; Entenda! – Notícias Concursos

https://noticiasconcursos.com.br/economia/inss-vai-manter-beneficios-aos-segurados-por-12-meses-entenda/

This is a Header Text

De acordo com o decreto publicado no Diário Oficial da União, foi alterado o processo de concessão dos benefícios de natureza acidentária, como auxílio-doença e aposentadoria por invalidez pagos por meio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

No documento, o ministro da Economia, Paulo Guedes, modificou alguns itens do Decreto nº 10.410/2020, de junho deste ano, que atualizou o regulamento após o texto da reforma da Previdência.

Dessa forma, agora, o segurados manterão os benefícios por 12 meses (período de graça) nos casos de incapacidade e aposentadoria por invalidez. O período é o qual o indivíduo não contribui para o sistema, mas mantém o direito aos benefícios.

O decreto anterior havia reduzido para apenas um mês o período de graça. No entanto, o texto foi novamente modificado pelo Governo, que estabeleceu a regra anterior.

Como era na regra de um mês?

De acordo com o decreto, “o segurado que recebia auxílio-doença, se deixasse de contribuir, já a partir do mês seguinte que teve a alta, não teria mais direito aos benefícios do INSS”, conforme explicou Adriane Bramante, advogada e presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP).

“Agora, o governo retoma essa questão, garantindo o período de graça por 12 meses ao segurado que teve o benefício por incapacidade e deixou de contribuir com a Previdência Social”, explicou a advogada.

Você Pode Gostar Também:

Segundo Bramante, o Decreto nº 10.410/2020 continha erros de digitação que atrapalhavam o entendimento do texto, várias inconformidades. De acordo com ela, os erros foram corrigidos pelo governo.

Teste Header Text

sample85
+ Adicionar ao carrinho de compra

Produto One

descrição produto one

11099

Valor da aposentadoria do INSS para 2021

De acordo com a proposta de Orçamento de 2021, o salário mínimo proposto pelo Governo Federal é de R$1.067 para 2021. O novo valor representa um aumento de R$22 em relação ao salário mínimo atual, de R$1.045. Dessa forma, o valor das aposentadorias e pensões pagos pelo INSS vão seguir o valor do salário mínimo.

Seguindo o aumento do salário mínimo previsto para 2021, os benefícios do INSS também serão reajustados com base nesse valor.

Sendo assim, caso o governo siga com a proposta do valor de R$1.067 para 2021, os atuais 35 milhões de aposentados e pensionistas vão contar com um reajuste de 2,10% em 2021. O teto de pagamentos passaria dos atuais R$ 6.101,06 para R$ 6.229,18.

O aumento não é considerado um ganho real, ou seja, acima da inflação, pois o salário mínimo atual, no valor de R$1.045, foi definido com base apenas levando em consideração a inflação de 2019. Dessa forma, o poder de compra fica estagnado.

Veja também: Abono emergencial: VEJA o projeto que promete R$1.045 no INSS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *